O árbitro número 1 do Rio de Janeiro
Após apitar a decisão do Campeonato Carioca e ser eleito melhor árbitro do estado, Leonardo Cavaleiro cai nas graças da CBF
Da redação
Atualizado em 31/10/2016 às 03h:25

RIO DE JANEIRO – Ter a oportunidade de apitar um jogo na elite do futebol brasileiro é o sonho de todo árbitro de futebol que se preze. Comandar partidas memoráveis ao lado de ícones do esporte mais praticado em todo é um sonho que para o árbitro carioca Leonardo Cavaleiro, virou realidade nesta temporada. Após ser eleito melhor árbitro do Rio de Janeiro no início do ano, o Comitê de Árbitros da CBF não perdeu tempo e tratou logo de colocá-lo em ação.

Das dez partidas que atuou em 2016, Leonardo teve a chance de trabalhar em quatro jogos na Série A do Campeonato Brasileiro, designação até então inédita em onze anos de arbitragem. Conhecido por ser um árbitro disciplinador e inteligente, aos poucos ele conseguiu não só aproveitar as oportunidades que lhe foram dadas, como também acabou se tornando uma espécie de “árbitro coringa”, aquele que apita qualquer jogo sem levar problemas para o diretor de arbitragem.

Casado e pai de três filhos, Cavaleiro é funcionário de uma empresa de telecomunicações. Mesmo com uma vida atribulada em razão do trabalho, já que no Brasil não se pode viver de arbitragem, se engana quem acha que ele não encontra tempo para treinar. Nos últimos meses, por exemplo, além de ter emagrecido atingindo um baixo percentual de gordura, o ‘zero um’ do Rio de Janeiro continua cada vez mais motivado para encerrar com chance de ouro o ano, retribuindo dentro de campo as oportunidades e a confiança que a CBF lhe atribuiu.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem




Deixe seu comentário
>> Nome:
>> E-mail:
>> Comentário:





Comentários

Ainda não há comentários para esta matéria. Seja o primeiro!

VOZ DO APITO
Todos os direitos reservados © 2008 - 2015